Quais espécies de tubarões vivem no AquaRio? Série: As perguntas mais curiosas

Mangona (Carcharias taurus)

Tubarão_Mangona.jpg

O Mangona vive próximo da região costeira de águas quentes. É uma espécie muito pescada como carne de cação. Estão sempre nadando com a boca aberta, o que pode lhes conferir uma aparência ameaçadora, mas é somente aparência, pois são inofensivos e permitem a aproximação, sendo facilmente capturados pelos pescadores submarinos. Seu desenvolvimento é interno com a gestação variando entre nove e doze meses.
Tamanho máximo registrado: 3 metros e 30 centímetros.
Tempo máximo de vida registrado: 35 anos.

Tubarão lixa (Ginglymostoma cirratum)

Tubarão_Lixa.jpg

São encontrados em plataformas continentais dos oceanos Atlântico e Pacífico, os espécimes desta espécie são geralmente encontrados solitários junto ao fundo durante a maior parte do dia e são mais ativos à noite, por vezes são vistos em pequenos grupos caçando juntos. São predadores oportunistas e possuem uma alimentação bastante variada, podendo se alimentar de crustáceos, equinodermos, moluscos, peixes ósseos e peixes cartilaginosos, como algumas espécies de raias e tubarões menores, estes animais são capturados por meio da sucção este tubarão pode gerar em sua boca, apesar do tamanho reduzido da mesma.
Tamanho máximo registrado: 4 metros e 30 centímetros
Tempo máximo de vida registrado: 25 anos.

Tubarão leopardo (Stegostoma fasciatum)

Tubarão_Leopardo.jpg

Tubarões-leopardo vivem em regiões tropicais do Oceano Indo-Pacífico, sendo encontrados próximos a recifes de coral e em substratos arenosos do solo. Na maior parte do dia encontram-se em repouso, se tornam mais ativos ao anoitecer e se alimentam de moluscos, crustáceos e pequenos peixes ósseos. São usualmente avistados sozinhos, porém durante o verão australiano grupos de 20 a 50 indivíduos em águas rasas. São tubarões ovíparos, e podem colocar cerca de 46 ovos em um período de até 112 dias.
Tamanho máximo registrado: 3,24 metros
Tempo máximo de vida registrado:
entre 25 e 30 anos

Tubarão bambu (Chiloscyllium punctatum)

Tubarão_Bambu.jpg

Conhecido como tubarão bambu, o Chiloscyllium punctatum é um tubarão encontrado no Oceano Indo-Pacífico, principalmente na região que vai desde o Japão ao nordeste da Austrália. São considerados tubarões de pequeno porte, que vivem próximos a recifes de coral, também sendo encontrados em poças de marés. Sua alimentação consiste de pequenos invertebrados e peixes.
São tubarões ovíparos, ou seja, põem ovos, os filhotes apresentam uma coloração distinta dos adultos, e a medida que se tornam maiores perdem esta coloração. São muito comuns em aquários, sendo umas das espécies que mais se reproduz em tais locais.Por habitarem locais que estão sujeitos a mudanças bruscas de maré, podem sobreviver fora d’água por até 12 horas.
Tamanho máximo registrado: 1 metro e 30 centímetros
Tempo máximo de vida registrado: 
até 25 anos

Tubarão gato (Atelomycterus marmoratus)

Tubarão_Gato.jpg

É um tubarão muito comum em recifes de coral presentes ao longo dos oceanos indo-pacífico, geralmente vivem reclusos e permanecem praticamente inativos durante o dia.  Permanece a maior parte do dia recluso e pouco ativo, ao cair da noite se alimenta junto ao fundo arenoso de pequenos invertebrados e peixes ósseos. É um tubarão ovíparo, com a fêmea colocando 2 ovos por vez e os filhotes eclodindo dentro de 4 a 6 meses.
É uma das espécies mais presentes em aquários pelo mundo. A IUCN sigla em inglês para União Internacional para Conservação da Natureza, classifica esta espécie como próxima de ser ameaçada de extinção, com as maiores ameaças desta espécie, a degradação de seu habitat, poluição, pesca predatória e a mineração de corais para material de construção.
Tamanho máximo registrado: 70 centímetros
Tempo máximo de vida registrado:
não há registro

Tubarão martelo (Sphyrna tiburo)

Essa é uma das nove espécies de tubarão martelo que existem no mundo, sendo a única com a frente da cabeça com formato semicircular  Geralmente, as fêmeas tendem a ser maiores do que os machos. Alimentam-se, primariamente, de pequenos crustáceos, podendo comer também moluscos e pequenos peixes. Os animais desta espécie nadam em grupos de até 15 indivíduos e são bem ativos, sempre se mantendo em constante movimentação. Essa movimentação constante permite que os animais respiram e os impede de afundar.
Tamanho máximo registrado: 1 metro e 50 cm
Tempo máximo de vida registrado: 
12 anos

Tubarão-galha-branca-de-recife (Triaenodon obesus)

tubarão_Galha_Branca_de_Recife.jpg

Considerado um tubarão de pequeno porte, a galha branca de recife são tubarões muito comuns do Oceano indo-pacífico, porém também podem ser encontrados na África do Sul e na América Central vivendo próximos a recifes de coral. Passam a maior parte do dia, descansando dentro de cavernas e durante a noite saem para caçar peixes ósseos, crustáceos e alguns moluscos.
São tubarões vivíparos com o período de gestação total podendo durar entre 10 a 14 meses, terminando com o nascimento de até 6 filhotes. Apesar de poderem se aproximar de mergulhadores curiosos raramente apresentam algum tipo de risco a humanos. Por possuírem um período de gestação relativamente longo, com poucos filhotes, e hábitos alimentares restritos a poucos habitats, estes animais podem estar vulneráveis à sobrepesca.
Tamanho máximo registrado: 1 metro e 70 cm 
Tempo máximo de vida registrado: 
25 anos

Tubarão-galha-preta-de-recife (Carcharhinus melanopterus)

Tubarão_Galha_Preta_de_Recife.jpg

Esta espécie de tubarão habita quase que exclusivamente às regiões subtropicais dos oceanos Índico e Pacífico, junto aos recifes de corais em profundidades de até 75 metros, porém, também por ser encontra por vezes em regiões estuarinas. Pode ser visto em pequenos cardumes caçando peixes, crustáceos e moluscos. Esta espécie de tubarão é vivípara dando a luz a até um máximo de 4 filhotes por gestação que possui duração de até 9 meses. É uma das espécies mais comuns em aquários de visitação pública no mundo.
Sua carne é utilizada como alimento em diversos países, suas nadadeiras são utilizadas na culinária asiática para fazer sopa, e seu fígado é utilizado para fazer óleo. De acordo com a União Internacional para Conservação da Natureza e dos Recursos Naturais, esta espécie está próximo de entrar em risco de extinção.
Tamanho máximo registrado: 2 metros
Tempo máximo de vida registrado: 
não há registro

Tubarão porco (Heterodontus francisci)

Tubarão_Porco.jpg

É um tubarão endêmico da região costeira ocidental da América do Norte, conhecido como tubarão porco. Enquanto os filhotes vivem em regiões arenosas planas, os adultos preferem regiões de recifes rochosos rasos, existindo assim uma separação espacial entre juvenis e adultos. Com movimento lento, são geralmente predadores solitários que caçam ao anoitecer, procurando um abrigo para se esconder a maior parte do dia.Os adultos têm sua alimentação baseada em moluscos, equinodermos como pepinos do mar e estrelas do mar, crustáceos e pequenos peixes ósseos, enquanto os juvenis se alimentam de poliquetas e algumas espécies de anêmonas.
Tamanho máximo registrado:  1 metro
Tempo máximo de vida registrado: 
12 anos

Ficou curioso para conhecer essas espécie incríveis? Adquira o seu ingresso em nosso site e venha visitar o AquaRio!