O papai mais famoso dos sete mares: saiba tudo sobre o cavalo-marinho!

O AquaRio é cenário onde muitas famílias constroem boas lembranças. Uma foto no túnel, a primeira vez em que a gente vê o esqueleto da baleia-jubarte na entrada, são diversos bons momentos que ficam gravados em nossas memórias! Muitas vezes, esses momentos são passados em família e hoje, dia 9 de agosto, normalmente muitas famílias estariam aqui comemorando o Dia dos Pais nos corredores do maior aquário marinho da América do Sul!

Apesar de não podermos receber nenhum pai esse ano para celebrar essa data tão especial em nosso aquário, existem diversos papais que estão aqui hoje porque moram aqui! Diversas espécies de animais que vivem no Aquário Marinho do Rio de Janeiro já reproduziram deixando muitos papais orgulhosos de seus filhotes! 

O cavalo-marinho é uma dessas espécies que vive aqui. Os pais de sua espécie são especialmente famosos pois dizem que é o cavalo-marinho macho que carrega os filhotes! Será que isso é verdade? Vamos responder essa pergunta, além de contar diversas outras curiosidades legais sobre a espécie, nesse post. Então vem com a  gente!

3 coisas super legais sobre o cavalo-marinho!🌊

1- Juntos para sempre! ❤️

Os cavalos-marinhos são uma espécies muito romântica! Uma de suas características mais conhecidas é que eles têm um raro sistema de acasalamento. Eles são monógamos, ou seja, possuem apenas um parceiro durante toda a vida!

Os machos dançam para as fêmeas como uma forma de cortejo e elas escolhem o parceiro perfeito para proteger seus filhotes. Muito fofo, não é? E o papai escolhido tem um grande papel na vida de seus filhotes, como você vai ver no próximo ponto.

2- Os machos cuidam dos bebês!

Você provavelmente já ouviu falar que são os papais cavalos-marinhos que cuidam de seus filhotes. Isso é verdade! Após a escolha do seu parceiro, a fêmea oferece seus ovos para o macho, que os fecunda e os guarda em uma bolsa incubadora fechada. O tempo para o nascimento dos filhotes varia de acordo com a espécie, mas normalmente em cerca de duas semanas eles estão prontos para nascer! Depois do acasalamento, os filhotes ficam sob cuidado total do papai, que os protege e fornece nutrientes para o seu desenvolvimento.

O número de filhotes também varia de acordo com a espécie, mas em média nascem de 300 a 500 filhotes. Após o nascimento, eles vivem à deriva na coluna d’água se alimentando de pequenos crustáceos. Em alguns meses, os filhotes crescem já vencem a corrente, conseguindo usar a cauda para se fixar. Assim, um novo ciclo de reprodução se inicia.

3- Eles são peixes! 🐠

Um dos animais de aparência mais diferente dos oceanos, os cavalos marinhos são peixes ósseos, que não possuem escamas, mas sim uma pele fina esticada sobre uma série de placas ósseas, disposta em anéis pelo corpo.

Seu nome vem de sua aparência eqüina com pescoços curvados e cabeças longas com focinhos, seguido por seu tronco e cauda distintos, que lembra um cavalo. No mundo, existem cerca de 48 espécies que variam entre 1,5 até 35,5 centímetros.

Eles têm duas pequenas barbatanas, uma dorsal (nas costas) para movimentar-se para frente, e outra no peitoral (laterais) para girar. Usam sua cauda da mesma forma que os macacos para se segurar nas coisas.

São encontrados principalmente em águas rasas tropicais e temperadas em todo o mundo, e preferem viver em áreas abrigadas, tais como leitos de algas marinhas, estuários, recifes de corais ou mangues.

Que tal testar seus conhecimentos sobre a paternidade no fundo do mar?

#1. O cavalo-marinho é um dos animais de aparência mais diferente dos oceanos. Além disso, eles ainda são monogâmicos e, ao contrário do habitual, o macho é quem fecunda e guarda os ovos. Você sabe onde são encontrados esse animais surpreendentes?

Eles são encontrados normalmente em águas rasas tropicais e temperadas!

#2. Assim como o cavalo-marinho, o macho do peixe-donzela também tem uma participação importante na vida dos filhotes. Após a fecundação, os machos acompanham o desenvolvimento dos ovos até a eclosão, durante esse período eles costumam bater a nadadeira próximo à desova. Por que o peixe-donzela faz isso?

O peixe-donzela costuma bater a nadadeira próximo à desova para aumentar a circulação de água melhorando a oxigenação dos embriões!

#3. Os aruanãs machos são muito conhecidos por sua protetora paternidade. Além de construir ninhos, eles costumam proteger de predadores centenas de alevinos (nome dado aos seus filhotes) de uma forma inusitada. Você sabe qual é?

Os aruanãs costumam proteger seus filhotes de predadores os escondendo em sua boca!

#4. O cavalo-marinho macho cuida dos filhotes durante a fecundação, Nesse período, os ovos ficam guardados na bolsa incubadora fechada. Qual a importância desse órgão para os bebês?

A bolsa incubadora é importante para a proteção contra predadores, o auxílio em seu desenvolvimento e o envio de nutrientes para os filhotes!

finish

Results

Parabéns! Você sabe muito sobre biologia marinha!
Que tal descobrir mais sobre a vida marinha em nossas redes?

Saiba mais sobre vida marinha no Em Casa com AquaRio!

Quer conhecer as espécies que vivem no maior aquário marinho da América do Sul? Então se liga nessa dica: toda semana, no canal do aquário do Youtube, tem uma edição nova do Em Casa com AquaRio, nossa transmissão ao vivo!

Nela, nosso time de biologia conta tudo sobre os bastidores do aquário e sobre as espécies e pesquisas de conservação que desenvolvemos aqui! Inscreva-se já em nosso canal e confira todas as edições passadas do Em Casa com AquaRio!

📺 Inscreva-se no canal!

Visite o AquaRio!

Que tal conhecer um cavalo-marinho de perto no Maior Aquário Marinho da América do Sul? Garanta já o seu ingresso na compra online e evite filas e aglomerações! Até o dia 30 de setembro, você que é morador do Rio de Janeiro ainda tem direito a um desconto imperdível!

📲 Garanta seu ingresso para o AquaRio!

Deixe uma resposta